Mais uma iniciativa da Liga de Estraçalhamento de Livros de Auto-ajuda

A Liga de Estraçalhamento de Livros de Auto-Ajuda e Seus Derivados comunica aos seus associados que, em vez de incinerar livros maus, vai passar a fazer propostas mais construtivas porque o preço dos lança-chamas está pela hora da morte.
Desta vez, decidimos lutar com as mesmas armas: a caneta, o papel e cérebros fora do prazo de validade. A pensar nas leituras de Verão, vamos em breve propor a publicação de vários livros a umas quantas editoras do país. Além das colecções A Vida é Lixada e Profissões Deploráveis (na qual destacamos A Pesca Costeira na Suíça, O A-Z do Operário Fabril no Norte do País, Meu Autarca, Meu Amigo e A Arte de Viver com o Salário Mínimo), chamamos a vossa atenção para a colecção Fim do Mundo dedicada aos livros de aventura e viagens que, entre outras obras, incluirá Como Eu Atravessei as Passadeiras da Baixa - Relato de um Paraplégico ou Pelo Mundo em Triciclo.
E como a crise passa também pela cozinha, propomos também as alternativas mais indicadas aos habituais livros de culinária, entre as quais Cozinhar com Soro Fisiológico: sim, é possível! ou 1001 Maneiras de Transformar Clips em Bacalhau com Grão que pensamos vir a ser um best-seller. E apostamos que vão vender tão bem como bolachas integrais desenxabidas ou iogurtes de atum.

5 Responses so far.

  1. ana says:

    com títulos como esses estão todos no papo! ;)

  2. Fernando Pessoa em italiano:

    http://www.youtube.com/watch?v=YiMIkqy6Glo

  3. Ora aí está um case study em termos de marketing do livro. Um dia ainda se lembram destas coisas para o Plano Nacional de Leitura ou para o Dia Mundial da Poesia. Já estou a ver os putos dos Morangos com Açúcar a fazerem letras de música rap com os cantos dos Lusíadas. F!%#-?$!

  4. alex says:

    ahahahahah! quero um exemplar de cada. garantido.

  5. Mal os livros sejam publicados,o envio é garantido! (A propósito, o tal vodka não era mau.)